A Câmara de Campinas foi depredada

O que começou como um  movimento pacifico de pessoas decididas a acamparem dentro do imóvel público para aguardar a resposta a um pedido enviado ha mais de um mês, terminou em vandalismo.

O vandalismo é uma maneira primitiva de mostrar insatisfação e  assim como a  guerra é inaceitável. Os dois nascem de  preconceitos que dificultam  o encontro.

Os políticos de maneira geral têm preconceito pelo povo e o povo de maneira geral tem preconceito pelo governo. Os primeiros costumam achar que o povo é massa de manobra e pode  aturar indefinidamente seus descasos e conchavos e o segundo costuma consideram todo político, ladrão mascarado.

O povo brasileiro clama há quase dois meses por transparência  e eficácia na administração  pública. Os manifestantes de Campinas que compareceram na Câmara dos vereadores, aguardam há um mês o pedido da CPI dos transportes.  Já que não foi possível dar aos manifestantes uma resposta em tempo hábil, poderiam te-los deixado acampar  na Câmara o tempo que fosse preciso.   Talvez fosse uma boa maneira de agilizar os procedimentos necessários.

Afinal descasos e conchavos são tão inaceitáveis quando o vandalismo e esta teria sido uma ótima oportunidade dos representantes públicos e manifestantes participarem de um grande encontro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco